Anterior:

Próximo:

A vida do artista

Também disponível em: English

Amadeo de Souza Cardoso, 1887-1918

Amadeo de Souza Cardoso deixou Lisboa rumo a Paris em 1906. Ele tinha acabado de completar 19 anos e planejava seguir os estudos de arquitetura, que havia começado em Lisboa. O meio artístico de Paris, contudo, mudou radicalmente sua vida ao apresentá-lo ao mundo da pintura. Em 1907, o escritor Manuel Laranjeira, entusiasmado com os trabalhos que recebia do jovem amigo de Paris, não hesitou em reconhecê-lo como ‘um artista no sentido absoluto do termo”.

“…Souza Cardoso estava determinado a mostrar seu trabalho fora do circuito parisiense. Os contatos importantes que estabeleceu o levaram a participar de exposições coletivas, entre elas a celebrada Exposição Internacional de Arte Moderna de 1983, também conhecida pelo nome The Armory Show”. (Veja fotos da Armory Show 2008).

- Extraído de Amadeo de Souza Cardoso, A Biografia


 

Ainda bem que a Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian, situada em Lisboa, Portugual, possui uma pequena coleção de fotos da vida de Amadeo de Souza, que agora também pode ser vista no Flickr em nosso projeto The Commons.

Amadeo de Souza Cardoso, 1887-1918  Amadeo de Souza Cardoso, 1887-1918

A Biblioteca de Arte também possui maravilhosas imagens de construções góticas de Portugal coletadas em uma pesquisa fotográfica nos anos 50, material que esperamos incluir ao The Commons nos próximos meses. Por enquanto, os retratos de Souza Cardoso vêm completar o álbum Portraits of Artists, publicado pelo Smithsonian Institution.

William B. Allison   Theodore Robinson   Samuel Finley Breese Morse   William Morris Hunt   Letta Crapo-Smith

Ainda sobre The Commons, a galeria da Biblioteca do Congresso norte-americano recentemente ultrapassou a marca de nove milhões de visualizações desde o lançamento do projeto, em janeiro. Uau!

Nós continuamos trabalhando em novas formas de se explorar esse conteúdo. Criamos, por exemplo, uma nova nuvem de tags de todas as fotos do projeto, além de uma página especial para fotos tagueadas, por exemplo, com Texas, exibindo apenas imagens oriundas das galerias do The Commons. É bem divertido….. eu não tinha percebido que as fantásticas imagens de mulheres maquinistas foram tiradas em Outubro de 1942 até navegar pelas novas visualizações de tags.

Não parem de taguear! É incrível!

Postado por Edson Soares
Permalink